#33 Herois invisíveis 2: o desafio global
#32 Auditores fiscais: heróis invisíveis
#34 Somos todes uberizades*

Abusos fiscais ocorrem em países de alta ou baixa renda. Mas as desigualdades em investimentos nas administrações tributárias e na capacitação de auditores fiscais fazem a diferença na arrecadação entre Sul e Norte Global.

O episódio #33 do É da sua conta mostra com exemplos vindos da Guiné Bissau e África do Sul que para diminuir esses abusos é preciso investir na formação e treinamento de auditores fiscais. Afinal, como arrrecadar receitas e contribuir para projetos de nação com justiça social e igualdade se esses profissionais não estiverem bem preparados?

 

 

Você ouve no É da sua conta #33:

  • A realidade das administrações tributárias de Guiné-Bissau e da África do Sul
  • As administrações tributárias em países de alta e baixa renda
  • Preços de transferências: como multinacionais manipulam preços e sonegam impostos
  • O mundo precisa avançar na democratização do debate global sobre tributação
  • A cooperação internacional para justiça fiscal
  • Consequências dos abusos fiscais por super-ricos e multinacionais

“Mais capacitação, trazer mais consultores para trabalhos conjuntos, dar mais experiências aos nossos técnicos. Tudo isso ajudaria muito nossa administração fiscal evoluir e o próprio estado a obter receitas fiscais em níveis mais aceitáveis para que não dependa tanto da ajuda exterior.”
Karim Mané, Contribuições e Impostos da Guiné-Bissau

“O fisco da África do Sul era um órgão estatal autonômo, separado do governo. Isso é um profundo reconhecimento de que o serviço de arrecadação de receitas, particularmente quando se trata de países em desenvolvimento, é importante para guiar o país rumo sua soberania fiscal.”
Johann van Loggerenberg, ex-auditor fiscal na África do Sul

“O comitê [sobre impostos] da ONU precisa ser transformado num comitê mais inclusivo, com o aumento de membros para fortalecer a participação dos países em desenvolvimento. É uma forma de fazer uma contraposição institucional da perspectiva dos países da OCDE.”
Marcos Valadão, Tax Initiative do South Centre

“Está na hora de os grandes organismos internacionais começarem a atuar e realmente ajudar os países mais pobres a enfrentar abusos fiscais.”
Clair Hickman, auditora fiscal aposentada no Brasil

“Os efeitos [dos abusos fiscais] são: os ricos ficam mais ricos e os pobres que recebem serviços governamentais reduzidos têm que pagar aqueles impostos que os ricos não pagam.”
Nick Shaxson, Tax Justice Network

Participam deste episódio:

Clair Hickman – auditora fiscal aposentada no Brasil e diretora do Instituto de Justiça Fiscal

Johann van Loggerenberg – ex-auditor fiscal na África do Sul

Karim Mané – Direção Geral de Contribuições e Impostos da Guiné-Bissau

Marcos Valadão – Tax Initiave do South Centre

Nick Shaxson Tax Justice Network

Saiba mais:

Análise de Marcos Valadão: O SISTEMA TRIBUTÁRIO INTERNACIONAL CONTEMPORÂNEO SOB A PERSPECTIVA DOS PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO

Entrevista completa com Johaan van Loggerenberg (em inglês) no Taxcast #101: Tax Collection, a labour of love.

Download do podcast

>> Transcrição do podcast: roteiro_é da sua conta_#33

É da sua conta é o podcast mensal em português da Tax Justice Network. Coordenação: Naomi Fowler. Produção: Daniela Stefano, Grazielle David e Luciano Máximo. Dublagem: Luiz Sobrinho. Download gratuito: reprodução livre para rádios.

Mais episódios
mai. 30
2024
É Da Sua Conta
#61 Passos históricos para convenção tributária equitativa
Pela primeira vez na história, os 193 estados das Nações Unidas se sentaram na mesma mesa, com igual poder de voto, pra discutir as regras de funcionamento da convenção marco de tributaçãoa internacional. A iniciativa é considerada a chance que as populações do mundo têm para que os recursos para as políticas públicas tão necessárias cheguem aos orçamentos dos Estados ao invés de serem desviados à paraísos fiscais por uns poucos bilionários e grandes corporações
Ver informações do episódio
abr. 25
2024
É Da Sua Conta
#60 Imposto mínimo global aos super ricos: como?
As propostas do EU Tax Observatory, das organizações que lutam por justiça fiscal e as expectativas do governo brasileiro na presidência do G-20 sobre o imposto mínimo global aos super ricos estão no episódio #60 do É da Sua Conta.
Ver informações do episódio
mar. 28
2024
É Da Sua Conta
#59 Primeiro justiça fiscal, depois flores!
Nós mulheres somos triplamente penalizadas: jornadas múltiplas de trabalho, recebemos menores remunerações e pagamos mais impostos dos que os homens, proporcionalmente. E é por isso que neste mês em que se comemora o Dia Internacional das Mulheres, o episódio #59 do É da Sua Conta tem como tema a Justiça Fiscal como instrumento para acabar com a desigualdade de renda e riqueza entre homens e mulheres.
Ver informações do episódio
fev. 29
2024
É Da Sua Conta
#58 Mudanças tributárias nas nossas mãos
O fim do sigilo sobre privilégios fiscais de grandes corporações no México, a revogação de um imposto injusto sobre os combustíveis na França, uma administração tributária mais transparente na Guatemala. Em comum está o fato destas medidas ocorrerem após ações bem sucedidas de pessoas, movimentos populares e organizações da sociedade civil.Estas e outras histórias de justiça fiscal nas mãos das pessoas então no livro Taxing Journey, How Civic Actors Influence Tax Policy (Jornada Tributária, como atores da sociedade civil influenciam a política tributária), organizado por Paolo de Renzio. No episódio #58 do É da Sua Conta, Paolo comenta os cinco elementos observados por ele nestas ações e que foram estratégicos para atingir o sucesso.
Ver informações do episódio
jan. 25
2024
É Da Sua Conta
#57 Monopólio = fábrica de desigualdades
Monopólios são muito mais poderosos do que definem os dicionários. Para além do domínio econômico, possuem forte influência nas decisões políticas nacionais e internacionais, ampliam as desigualdades trabalhistas, sociais e até mesmo o grau de insegurança nas ruas. Também tornam impossível a subsistências das pequenas empresas.São os monopólios que tomam as decisões sobre os alimentos que comemos, os remédios e agrotóxicos que ingerimos, a distribuição, uso e venda de nossos dados pessoais e das informações que recebemos, falsas ou verdadeiras. Por que os monopólios são tão prejudiciais para a sociedade e como conter o poder abusivo destas gigantes corporações?
Ver informações do episódio
dez. 21
2023
É Da Sua Conta
#56 Escola de heróis tributários
Esse é o tema do episódio #56 do É da Sua Conta, especial de fim de ano e em homenagem a auditores e auditoras fiscais das administrações tributárias do Brasil e dos países africanos lusófonos.
Ver informações do episódio