#26 Vacinar o mundo todo é possível
#25 Imposto global de Biden: solução para todos os países?
#27 Imposto de renda: empresas e ricos devem contribuir mais

A principal política econômica hoje é a política de vacinas. E é possível vacinar 80% da população mundial num espaço curto de tempo, por um fim à pandemia e, assim , retomar melhor a economia, mostra o episódio #26 do É da sua conta.

Entretanto, muitos países estão ficando para trás. “Mais de 70% das vacinas disponíveis estão apenas nos países mais ricos e nos países mais pobres estão menos de 0,3% das vacinas”, afirma Felipe Carvalho. É necessário por um fim ao apartheid de vacinas através do compartilhamento do conhecimento e o fim da propriedade intelectual. E isso é possível! Ouça:

  • FMI/Banco Mundial/OMC e OMS propõem vacinação global até 2022 a um custo de US$ 50 bilhões
  • Public Citizen elabora roteiro com pólos regionais de fabricação de 8 bilhões de doses de vacinas em um ano
  • Como financiar com justiça fiscal a produção descentralizada de vacinas para a população global
  • FMI precisa ser coerente alinhando sua prática de empréstimos com seu discurso em defesa de vacinas e retomada econômica para todos países
  • Apenas 1,2% da população angolana foi vacinada.Em Moçambique, menos de 1% dos habitantes tomou a vacina.
  • Ouvintes brasileiros relatam a emocionante experiência de tomar a 1ª dose da vacina.

“Se o ritmo atual continuar vai demorar mais de 50 anos pra que estes países vacinem toda a sua população.”

Felipe Carvalho, Médico Sem Fronteiras Brasil

“O mundo deveria investir em pólos de produção regionais para que possamos mais rapidamente escalar a produção da vacina e a defesa para as próximas pandemias, de modo que o mundo tenha mais capacidade para vacinar as populações em geral. O ideal é que a tecnologia envolvida nestas instalações seja amplamente compartilhada.”

Peter Maybarduk, Public Citizen

Participam desta edição:

Bartolomeu Milton, Associação Pro Bono Angola

Ben Hur Cavelane, CIP Moçambique

Felipe Carvalho, Médico Sem Fronteiras Brasil

Luciana Pioto, jornalista e atriz

Luiz Vieira, Bretton Woods Project

Nick Shaxson, Tax Justice Network

Peter Maybarduk, Public Citizen (Estados Unidos)

Wilson Farina, DJ

 

Mais informações:

A Proposal to end Covid-19 pandemic

How to make enough vaccines to the world in one year

Mind the gap: It’s time for the IMF to close the gap between rhetoric and practice

Acesso a medicamentos e vacinas para a covid: escassez, não ideologia

Apoio dos EUA sobre patentes é bom, mas não suficiente

Construindo o acesso à vacina de covid-19 no mundo

Oxford/AstraZeneca Covid vaccine research ‘was 97% publicly funded’

Download podcast em MP3

É da sua conta é o podcast mensal em português da Tax Justice Network. Produção de Daniela Stefano, Grazielle David e Luciano Máximo. Coordenação: Naomi Fowler.

Download gratuito. Reprodução livre para rádios.

É da sua conta_roteiro 26

Mais episódios
mai. 30
2024
É Da Sua Conta
#61 Passos históricos para convenção tributária equitativa
Pela primeira vez na história, os 193 estados das Nações Unidas se sentaram na mesma mesa, com igual poder de voto, pra discutir as regras de funcionamento da convenção marco de tributaçãoa internacional. A iniciativa é considerada a chance que as populações do mundo têm para que os recursos para as políticas públicas tão necessárias cheguem aos orçamentos dos Estados ao invés de serem desviados à paraísos fiscais por uns poucos bilionários e grandes corporações
Ver informações do episódio
abr. 25
2024
É Da Sua Conta
#60 Imposto mínimo global aos super ricos: como?
As propostas do EU Tax Observatory, das organizações que lutam por justiça fiscal e as expectativas do governo brasileiro na presidência do G-20 sobre o imposto mínimo global aos super ricos estão no episódio #60 do É da Sua Conta.
Ver informações do episódio
mar. 28
2024
É Da Sua Conta
#59 Primeiro justiça fiscal, depois flores!
Nós mulheres somos triplamente penalizadas: jornadas múltiplas de trabalho, recebemos menores remunerações e pagamos mais impostos dos que os homens, proporcionalmente. E é por isso que neste mês em que se comemora o Dia Internacional das Mulheres, o episódio #59 do É da Sua Conta tem como tema a Justiça Fiscal como instrumento para acabar com a desigualdade de renda e riqueza entre homens e mulheres.
Ver informações do episódio
fev. 29
2024
É Da Sua Conta
#58 Mudanças tributárias nas nossas mãos
O fim do sigilo sobre privilégios fiscais de grandes corporações no México, a revogação de um imposto injusto sobre os combustíveis na França, uma administração tributária mais transparente na Guatemala. Em comum está o fato destas medidas ocorrerem após ações bem sucedidas de pessoas, movimentos populares e organizações da sociedade civil.Estas e outras histórias de justiça fiscal nas mãos das pessoas então no livro Taxing Journey, How Civic Actors Influence Tax Policy (Jornada Tributária, como atores da sociedade civil influenciam a política tributária), organizado por Paolo de Renzio. No episódio #58 do É da Sua Conta, Paolo comenta os cinco elementos observados por ele nestas ações e que foram estratégicos para atingir o sucesso.
Ver informações do episódio
jan. 25
2024
É Da Sua Conta
#57 Monopólio = fábrica de desigualdades
Monopólios são muito mais poderosos do que definem os dicionários. Para além do domínio econômico, possuem forte influência nas decisões políticas nacionais e internacionais, ampliam as desigualdades trabalhistas, sociais e até mesmo o grau de insegurança nas ruas. Também tornam impossível a subsistências das pequenas empresas.São os monopólios que tomam as decisões sobre os alimentos que comemos, os remédios e agrotóxicos que ingerimos, a distribuição, uso e venda de nossos dados pessoais e das informações que recebemos, falsas ou verdadeiras. Por que os monopólios são tão prejudiciais para a sociedade e como conter o poder abusivo destas gigantes corporações?
Ver informações do episódio
dez. 21
2023
É Da Sua Conta
#56 Escola de heróis tributários
Esse é o tema do episódio #56 do É da Sua Conta, especial de fim de ano e em homenagem a auditores e auditoras fiscais das administrações tributárias do Brasil e dos países africanos lusófonos.
Ver informações do episódio